Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Armando Esteves Pereira

Mais salário mínimo

Um trunfo político do atual governo é a atualização do ordenado mínimo.

Armando Esteves Pereira(armandoestevespereira@cmjornal.pt) 30 de Dezembro de 2017 às 00:31
O salário mínimo mensal em Espanha aumenta em janeiro 4%, para os 735,90 euros. O objetivo é chegar aos 850 euros em 2020, estando esta meta dependente do crescimento da economia.

Em Portugal, o valor é substancialmente inferior, mas o ajustamento deste rendimento, que é a bitola de ordenado de cada vez mais pessoas que trabalham por conta de outrem, tem sido notório nos últimos quatro anos, sendo as três últimas subidas (2016, 2017 e 2018) da responsabilidade do atual Governo.

Uma atualização de 19,5% nos últimos quatro anos representa uma significativa reposição do poder de compra.

Obviamente que esta percentagem de subida representa uma melhoria do nível de qualidade de vida das pessoas atingidas.

Podem ser algumas dezenas de euros, mas para quem vive com orçamento tão apertado qualquer folga financeira é bem recebida.

E como os salários médios não acompanharam esta subida, há cada vez mais gente abrangida pelos valores do ordenado mínimo.

Mais dois mil milhões
Até novembro, as receitas fiscais aumentaram quase dois mil milhões de euros, o que significa perto de 5,9 milhões de euros por dia.

Eis a principal razão para a redução do défice.
Governo Espanha Portugal salário mínimo
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)