Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
8
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Carlos Anjos

Falta de ética

Perdeu-se o farol da ética na Administração Pública.

Carlos Anjos 10 de Abril de 2015 às 00:30
Há algum tempo, a senhora Procuradora-Geral da República afirmou que havia uma rede que utilizava o aparelho de Estado para a corrupção. Agora, foi o ex-dirigente da PJ José Braz a afirmar que "o crime organizado infiltrou o aparelho de Estado". Afirmações fortes: se alguém tinha dúvidas quanto à sua validade, deve-as ter perdido.

A comunicação social trouxe a público súmulas dos acórdãos do Tribunal da Relação de Lisboa, relativamente aos recursos apresentados pelos arguidos do processo ‘Visa Gold’. A argumentação do Tribunal é de facto arrasadora, quer para os que são arguidos, quer para muitas outras pessoas que veem ali o seu nome referido. Depois de ler o que ali é dito sobre as práticas utilizadas, e sem me querer meter na qualificação jurídica dos factos que eventualmente terão sido praticados, poderemos concluir que se perdeu totalmente o farol da ética e da moral pela qual os líderes da Administração Pública devem nortear o seu comportamento. Muitas daquelas pessoas achavam que podiam fazer tudo. Afinal, havia vários Donos Disto Tudo.
Ver comentários