Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
1
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Carlos Anjos

Guronsan

Usávamos esta pastilha milagrosa para recuperarmos da ressaca.

Carlos Anjos 15 de Julho de 2016 às 00:30
A imprensa francesa acusou a nossa seleção de praticar um futebol miserável, sem classe para estar nas meias-finais do Europeu.

Depois, perderam com a tal seleção do futebol nojento. A França entrou em depressão. Ainda a lamber as feridas infligidas por Portugal, eis que o jornal alemão ‘Sport Bild’ os veio acusar de terem recorrido a doping no jogo frente à Alemanha. Num artigo ilustrado com fotos aparentemente tiradas no balneário da França, vê-se embalagens de Guronsan no lixo. É mau perder dos alemães. O Guronsan não faz parte da lista de substâncias proibidas pela AMA. Fiquei pasmado: apesar de ter tentado ser um jovem bem comportado, coisa que infelizmente nem sempre consegui, eu e a minha malta usávamos essa pastilha milagrosa, não para nos doparmos, mas para recuperarmos de noites duras com muitos copos à mistura. Era a pastilha da ressaca.

Ser acusado de doping causado por uma pastilha que em Portugal a malta usa para vencer a ressaca é uma coisa muito mais vergonhosa do que perder a final. Se querem dopar-se, façam-no de uma forma séria. Já os alemães deviam ter vergonha de ter perdido contra uma equipa dopada com Guronsan. A levar os alemães a sério, fui um tóxico quando era puto, tantos os Guronsans que tomei!!!
França Portugal Sport Bild desporto Guronsan
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)