Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
8
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Carlos Garcia

Inação política

Na mais recente audição no parlamento (14/1), a Senhora Ministra da Justiça foi outra vez surpreendente pela negativa.

Carlos Garcia 27 de Janeiro de 2015 às 00:30

Quando fala da PJ ou foge às questões ou presenteia-nos com incongruências como esta: "Foi criado na PJ o Gabinete de Cibercrime"! Provavelmente, refere-se ao projeto de criação de uma "Unidade Nacional de Combate ao Cibercrime" na PJ, mas trata-se de um projeto ‘adormecido’ há, pelo menos, 4 anos, precisamente, por inação política. Quanto ao estatuto dos profissionais da PJ explicou que parou de rever este estatuto "porque, entretanto, entrou em vigor a lei de trabalho em funções públicas (LGTFP)". Em fevereiro de 2014 considerava que a LGTFP era aplicável à PJ com adaptações. Em janeiro de 2015 adota, finalmente, a posição contrária da ASFIC! Se tivesse secundado a intervenção da ASFIC junto dos grupos parlamentares e em audições públicas nas comissões parlamentares ao longo de 2013-14 ou se tivesse uma intervenção junto desses trabalhos igual à do MAI, não estaríamos, neste lamentável impasse.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)