Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
9
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Carlos Moedas

Os Novos de Carcavelos

O novo Campus da Nova é um dos mais ambiciosos projetos da história recente do nosso País.

Carlos Moedas 28 de Setembro de 2018 às 00:30
Amanhã é inaugurado um dos mais ambiciosos projetos da história recente do nosso País. O novo Campus da Nova School of Business and Economics abre as portas, oferecendo aulas de economia e de gestão, mas também algumas lições aos nossos Velhos do Restelo.

Muitos duvidaram que fosse possível a uma universidade pública dar este salto de gigante: criar de raiz um novo espaço, numa nova área, investir 50 milhões de € e ao mesmo tempo usar este passo para lançar um novo projeto estratégico, de excelência e internacionalização. E fazê-lo essencialmente através da angariação de fundos privados.

Confesso que a primeira vez que ouvi falar do projeto também tive algumas dúvidas. Mas a visão e a capacidade de execução de Pedro Santa Clara, Daniel Traça e toda a família da Nova, aliada ao eficaz acolhimento de Carlos Carreiras e Miguel Pinto Luz, presidente e vice-presidente da Câmara Municipal de Cascais, desmentiram os céticos.
Há aqui um conjunto de lições que nos devem inspirar para o futuro. Que mostram a importância de arriscar e acreditar nas nossas capacidades:

Em primeiro lugar, temos uma universidade que está numa posição de liderança, mas percebe que está em competição com o Mundo inteiro. Que não pode acomodar-se. Desde o princípio, este projeto tinha o objetivo de atrair os melhores alunos e professores não só de Portugal, mas do Mundo inteiro. Este Campus permitirá duplicar o número de alunos e consolidará o sistema universitário português como um dos mais interessantes setores exportadores e fator de atratividade do nosso País.

Em segundo lugar, tratou-se de um investimento essencialmente assente na angariação de fundos junto do setor privado e dos antigos alunos da universidade, o que é muito raro no nosso País. Tenho orgulho que o Plano de Investimento Juncker, através do Banco Europeu de Investimentos, apostasse neste projeto inovador com um empréstimo de 16 milhões de euros. Mas tenho ainda maior orgulho em saber que 7770 antigos alunos decidiram dar do seu bolso a este magnífico projeto, gratos pela educação que receberam da Nova.

Em terceiro lugar, o novo campus assume-se de raiz como um espaço de comunidade, aberto às populações locais, a empresas, a ONG. Tal beneficia tanto os alunos como a comunidade em que se insere. Como disse Pedro Santa Clara numa entrevista recente: "Queremos ser uma escola que acolhe o Mundo." Boas lições, estas dos Novos de Carcavelos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)