Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
9
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Carlos Rodrigues

Violência doméstica

Sandra deu a cara e contou a sua história na CMTV.

Carlos Rodrigues(carlosrodrigues@cmjornal.pt) 21 de Julho de 2016 às 01:45
A Sandra tem 37 anos. Foi atirada da janela pelo companheiro e ficou paraplégica. O caso chegou a tribunal e o agressor foi considerado inimputável.

Com a mesma coragem com que lutou por uma vida normal, destruída de forma cruel, a Sandra deu a cara e contou a sua história na CMTV.

Independentemente da mágoa que possa sentir com a Justiça, esta mulher não odeia o agressor, e diz que um simples pedido de desculpas já a ajudaria a continuar.

Como tantas outras mulheres vítimas deste tipo de crime, a Sandra merece ser ouvida com atenção: o seu testemunho agita as consciências de quem silencia a realidade monstruosa da violência doméstica.
Sandra Manuel CMTV violência doméstica
Ver comentários