Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
7
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Carlos Rodrigues

A outra face de Costa

Costa e Constança talvez estivessem bem um para o outro.

Carlos Rodrigues(carlosrodrigues@cmjornal.pt) 23 de Outubro de 2017 às 00:36
Quando a professora Constança, numa altura em que, para desgraça da República, ainda era ministra, salienta que não teve férias, está a reclamar para si um mérito, muito  próprio, de quem se compara com o seu chefe, no caso o primeiro-ministro, e sente que se sacrificou mais do que ele.

Sacrificou-se mais  do que ele, sobretudo quando andou, no seu jeito atarantado, a aguentar os efeitos da tragédia de Pedrógão, enquanto Costa gozava uns dias de descanso, longe do caos da nação, numa qualquer praia espanhola. E assim se percebe que talvez estivessem bem um para o outro. Essa é a conclusão política mais perturbadora destes dias malditos em Portugal.
Constança República ministra Pedrógão primeiro-ministro Costa Portugal política férias chefe queixas
Ver comentários