Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Carlos Rodrigues

Furto? Qual Furto?

O chefe da geringonça não pode dar-se ao luxo de levar pesos mortos para as legislativas.

Carlos Rodrigues(carlosrodrigues@cmjornal.pt) 11 de Setembro de 2017 às 00:31
O ministro da Defesa já estava à beira do abismo. Como diz a anedota, decidiu dar um passo em frente.

Mais de dois meses depois, Azeredo ainda não sabe se houve um furto em Tancos. Mas ninguém informa o pobre ministro, para evitar que ele continue a envergonhar o governo?

Se já estava na pole-position para a remodelação, transformou-se, desta forma, num cadáver político ambulante.

Uma vez arrumadas as autárquicas do dia 1 de outubro, António Costa terá de fechar pendentes. Como indiciam as sondagens, a luta política pode aquecer.

O chefe da geringonça não pode dar-se ao luxo de levar pesos mortos para as legislativas.
Tancos ministro da Defesa António Costa Azeredo política governo (sistema)
Ver comentários