Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Carlos Rodrigues

Orçamento da Sorte

O Governo prepara-se para transformar o Orçamento do Estado num gigantesco sorteio da ‘Fatura da Sorte’.

Carlos Rodrigues(carlosrodrigues@cmjornal.pt) 16 de Outubro de 2014 às 00:30

O Governo prepara-se para transformar o Orçamento do Estado num gigantesco sorteio da ‘Fatura da Sorte’. Depois de colocar os portugueses a pedirem recibo para se habilitarem a um carro, agora as Finanças criaram um prémio chorudo nas contas do Estado, suscetível de atrair todos os trabalhadores por conta de outrem. Se a cobrança de impostos correr bem, o jackpot será a devolução, em 2016, de parte da sobretaxa de IRS cobrada em 2015. Ate lá, as famílias mantêm-se em asfixia total. Primeiro, cada contribuinte transformou-se num fiscal. Agora, seremos todos controladores orçamentais. Vamos pagar impostos à consignação.


É o epitáfio possível para um governo moribundo.

Governo Orçamento do Estado
Ver comentários