Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
4
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Eduardo Cintra Torres

A RTP humilhou os atletas nacionais

Como só equilibra as audiências com o futebol, a RTP ignorou os Mundiais de Atletismo, enquanto entrega séries e programas aos amigos.

Eduardo Cintra Torres 18 de Agosto de 2017 às 00:30
"Foi humilhante" a "ausência da RTP nestes Mundiais", disse ao ‘Record’ o presidente da Federação Portuguesa de Atletismo. A RTP gasta os nossos milhões em transmissões de bola, mas justificou dizendo que o Mundial era muito caro. Têm uma lata.


Enquanto isso, faz séries fracas ou miseráveis para dar trabalho aos amigos do administrador e do director, insiste em programas sem um pingo de interesse público para pagar a preço de ouro apresentadores inapresentáveis. Funciona em circuito fechado.


O ‘Telejornal’ da RTP1 tem perdido sistematicamente audiência este ano, mais do que os concorrentes no período estival. Já chegou a ter menos de 400 mil espectadores. Não admira que António Costa pressione a Altice para manter a TVI na órbita do governo.


"Love" em baixo: o programa de quadrilhice da TVI, ‘Love on Top’, com concorrentes em biquíni ou de tronco nu, não tem nem um pouco da audiência que os antecessores atraíam desde o ‘Big Brother’. A última edição não chegou aos 250 mil espectadores.


Al Jazeera: a perseguição ao canal de informação baseado no Qatar alargou-se a Israel, que mandou encerrar a delegação no país. Israel untou-se assim às ditaduras do Médio Oriente, como a Arábia Saudita. Mais um ataque à liberdade de expressão.


As séries policiais são um grande êxito das TVs. Agora giram mais em volta da vida pessoal dos protagonistas. ‘Candice Renoir’ (RTP2, AXN) leva vantagem sobre as americanas porque as actrizes não são todas iguais depois do botox e operações à cara.


-----

Tendências

Golpe: Escutas reveladas pelo ‘Sol’ confirmam o plano global de Sócrates para controlar os media: através dos bancos que controlava (CGD, BCP), do governo, da PT e de empresários pelintras (Vasconcellos), queria dominar, além da RTP, a TVI, a SIC e o ‘Público’, fechar o ‘Sol’ e até despedir o director socratinista do ‘DN’. Era um crime de atentado contra o Estado de direito. Quase um golpe de Estado.

Dentaduras: Em ritmo acelerado, grandes conglomerados da Internet como a Amazon, o Facebook e o Google lançam-se na compra de direitos de emissão de grandes provas desportivas e na produção de conteúdos televisivos. Este desvio dos conteúdos coloca várias questões, como esta: que conteúdos originais sobram para os generalistas? Concursinhos? Reality chanchadas? Oferta de dentaduras?
Ver comentários