Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
3
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

F. Falcão-Machado

Aposta de risco

Ameaça radical reforça a necessidade de defesa de Israel.

F. Falcão-Machado 6 de Março de 2015 às 00:30

Odiscurso de terça-feira do primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, perante o Congresso dos Estados Unidos foi uma aposta de risco. De facto, ainda não dá para avaliar o grau de acolhimento que tal discurso receberá em Washington.

Para já, as acusações de Israel ao Irão não ajudam as pacientes negociações que a administração Obama mantém com Teerão com vista a um acordo quanto ao programa nuclear desse país. Porém, os riscos assumidos pelo governo israelita ganham todo um outro sentido se tivermos em conta que dentro de alguns dias haverá eleições legislativas em Israel.

Ora os resultados dessas eleições poderão pôr em causa princípios fundamentais do
Estado de Israel, ou até mesmo a respetiva sobrevivência política com as consequências geopolíticas que se advinham. Certo é que o lobby judaico dos EUA continua a dispor de apreciável poder e influência. E as ameaças que chegam de entidades radicais como o dito Estado Islâmico apenas reforçam a perceção pública da necessidade de garantir a defesa do Estado hebraico.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)