Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
8
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

F. Falcão-Machado

Da Albânia

Vitória do Partido socialista não deverá trazer novidades.

F. Falcão-Machado 30 de Junho de 2017 às 00:30
A Albânia é um país pouco conhecido e de que quase ninguém fala neste momento ambíguo que a Europa atravessa. Trata-se de um pequeno Estado situado nos Balcãs e voltado para o mar Adriático. A sua área corresponde a menos de metade de Portugal e tem cerca de 3 milhões de habitantes.

Com uma História agitada, o país aderiu no fim da 2ª Guerra Mundial, pela mão do líder comunista Enver Hoxha, primeiro ao bloco soviético para depois se virar para a China com quem também manteve uma relação atribulada.

O resultado destas oscilações foi o isolamento da Albânia que, entretanto, se tornou num dos países mais fechados e pobres da Europa. Com a queda da União Soviética o país iniciou um processo de democratização que tem sido disputado por duas formações partidárias: o Partido Democrático da Albânia e o Partido Socialista (anteriormente comunista).

Com a aproximação à União Europeia e à NATO, a situação económica melhorou, embora as tensões políticas da região aumentassem com a proclamação unilateral de independência do vizinho Kosovo.

A vitória do Partido Socialista, anteriormente no poder, nas eleições parlamentares de domingo passado, não deverá trazer novidades.
F. Falcão-Machado opinião
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)