Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
5
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

F. Falcão-Machado

Medo e valores

É essencial a preservação de Liberdades e Garantias.

F. Falcão-Machado 20 de Novembro de 2015 às 00:30
Não têm faltado condenações dos atos terroristas recentemente ocorridos em Paris e noutras partes do mundo. E se há acordo quanto à necessidade de reagir, as táticas propostas revelam grandes diferenças. Ajudará, por isso, a compreender o que realmente está em jogo, o recurso aos conceitos clássicos de liberdade e segurança que parecem colidir.

Se para as sociedades democráticas é essencial a preservação das Liberdades e Garantias fundamentais, os dispositivos securitários não deixam de ser cruciais para a respetiva sobrevivência. Ora o que neste momento se pergunta é se o choque com as realidades justifica uma alteração qualitativa de normas que até aqui têm, com maior ou menor eficácia, gerido esses valores. É o caso dos Acordos Schengen e das reformas constitucionais já propostas por alguns países.

Não será desta coluna que sairá a resposta a tais questões. Mas cumpre lembrar que há dois riscos a evitar: o primeiro, associar automaticamente o terrorismo às migrações de refugiados; o segundo, esquecer a frágil fronteira que separa os sentimentos patrióticos da xenofobia.
Paris Acordos Schengen migrações
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)