Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
6
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Fernando Ilharco

O caminho mais agradável para o sucesso

Quando se fala sobre ter sucesso na vida, sobre ter uma vida social e profissional realizada e feliz, o que mais se ouve é que não é fácil.

Fernando Ilharco 5 de Fevereiro de 2017 às 00:30

Quando se fala sobre ter sucesso na vida, sobre ter uma vida social e profissional realizada e feliz, o que mais se ouve é que não é fácil. O sucesso, o bem-estar, o ser feliz consegue-se com tempo, com esforço e muito trabalho. Tens que sacrificar-te, aguentar… e sacrificares um pouco mais, trabalhar muito e, depois de muitos anos de esforço, o sucesso vai chegar e vais ser feliz, diz-se. É uma narrativa comum, que já todos ouvimos sobre o sucesso. Tem, no entanto, um problema: a investigação científica recente diz que está errada.

O adiar da boa disposição e do bem-estar, para um dia que há-de chegar, não é o melhor caminho nem para a felicidade nem para o sucesso. Habituámo-nos a adiar o bem-estar, a aguentar e a aguentar um pouco mais, habituámo-nos a uma disposição que não é a melhor. E anos e anos cabisbaixos e maldispostos não mudam de um dia para o outro. Já no século XVI, o escritor inglês John Dryden avisara: "criamos os nossos hábitos e depois eles criam-nos a nós". No século XX, Sigmund Freud e depois Marshall McLuhan, o primeiro no contexto dos estudos do psíquico, o segundo no dos novos media, enfatizaram a mesma ideia. Habituámo-nos ao que fizemos, ao que dissemos e ao que inventámos – e depois? E depois, é difícil mudar, é a chamada força do hábito.

O bem-estar é em boa medida um hábito, que assenta no envolvimento emocional, em desafios pessoais e profissionais, na melhoria, na criatividade e no progresso. Se por um lado o ser sisudo e a má disposição podem não mudar de um dia para o outro, por outro lado, trata-se de hábitos que em si mesmo dificultam o sucesso. A investigação científica tem mostrado que é mais fácil atingir objectivos e ter êxito estando bem-               -disposto e feliz. A velha fórmula – primeiro o esforço e depois a felicidade – parece estar de pernas para o ar. Claro que ter sucesso, atingir os objectivos é bom e torna-nos mais bem-dispostos e positivos. Mas melhor ainda para o bem-estar e para o sucesso é já hoje ser bem-disposto e positivo. A boa disposição, o bem-estar, a satisfação com o que já conseguimos são o melhor caminho para o sucesso. A história da felicidade no fim do caminho não é por isso a melhor.

A positividade ajuda. Não é decisiva por vezes, evidentemente; mas muitas vezes faz a diferença. A positividade tende a proporcionar maior produtividade, mais promoções profissionais, maior estabilidade familiar e social, maior capacidade de reacção, de adaptação e mais sucesso. O caminho mais agradável para o sucesso é também o caminho mais curto para o sucesso.

antiga ortografia

O segredo de viver Fernando Ilharco
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)