Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
4
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Fernando Medina

Saúde próxima das pessoas

São 14 novos centros de saúde que vão servir mais de 300 mil lisboetas, num investimento superior a 30 milhões de euros assegurado pela CML.

Fernando Medina 15 de Março de 2017 às 00:30
A construção de 14 novos centros de saúde é o programa mais ambicioso em décadas para o reforço dos cuidados primários de saúde em Lisboa. Um sistema de saúde mais próximo, e com mais qualidade, é um elemento decisivo para melhorar a qualidade de vida de quem vive e trabalha na capital.

Sem acesso aos fundos europeus para financiar as obras de recuperação, Lisboa ainda tem centros de saúde a funcionar em edifícios de habitação. Sem condições, sem acessibilidade e sem o espaço necessário para os cuidados de saúde que os lisboetas necessitam. É por isso que o programa ‘Lisboa, SNS mais próximo’, ontem assinado entre a Câmara Municipal (CML) e o Ministério da Saúde, é tão importante para a cidade. São 14 novos centros de saúde que vão servir mais de 300 mil lisboetas, num investimento superior a 30 milhões de euros assegurado pela CML. Os centros de saúde vão ganhar novos serviços, mais meios complementares de diagnóstico, e nova capacidade para um atendimento de qualidade.

Um em cada quatro lisboetas tem mais de 65 anos. Metade dos habitantes com mais de 50 - mais de 100 mil pessoas - padece de uma incapacidade mais ou menos severa. A facilidade e comodidade no acesso aos equipamentos públicos têm de ser elementos centrais na definição das políticas urbanas. Uma saúde mais próxima é meio caminho andado para uma cidade mais humana.

PS: No seu último artigo, Assunção Cristas acusou a CML de aumentar a dívida para fazer obras de fachadas. Não respondo ao tom do texto, mas os abundantes erros factuais exigem correção:

1. A dívida da CML não é de 1181 milhões mas de 560 milhões de euros. Quem critica a ‘falta de rigor e transparência’ não pode confundir conceitos básicos mas distintos como dívida e passivo. A dívida era mais o dobro em 2007.

2. Ao investir 51 milhões com recurso ao BEI a dívida da CML não irá aumentar. Quem fala em ‘competência’ não pode ignorar que a CML amortiza anualmente cerca de 70 milhões, pelo que mesmo com este investimento estruturante a dívida da CML em 2017 continuará a cair.

3. No âmbito do acordo com o BEI o investimento em habitação social não será de 800 mil euros mas de 75 milhões, quase 100 vezes mais! O investimento nesta área só é superado pelo do plano geral de drenagem. Quem critica as ‘prioridades’ de outros deve conhecê-las bem.

4. Uma campanha de casos é uma escolha legítima que será avaliada por quem de direito. A difusão sistemática de informação falsa é imprópria e será sempre denunciada.

Quatro anos pela dignidade humana    
Perante o radicalismo da intolerância, o Papa Francisco tem sido radical na defesa no combate à exclusão social e na promoção de uma Igreja mais inclusiva. Colocou a doutrina social da Igreja no centro da sua agenda e tem sido um crítico severo do capitalismo desregulado e das desigualdades crescentes. Defendeu sempre a dignidade humana com coragem, em contraste com a tibieza e o populismo de tantos líderes políticos democraticamente eleitos. Quando Donald Trump anunciou a construção do muro na fronteira dos EUA com o México, o Papa deu uma missa na cidade de Juarez, afirmando "quem constrói muros não é cristão".

De resto, tem tido sempre uma palavra solidária com a causa dos refugiados e os direitos dos migrantes que fogem do terror, da guerra e da opressão. Falou com todos com a linguagem de todos, rompeu com alguns tabus (como o acolhimento no seio da Igreja dos divorciados) e tem procurado aumentar o respeito a diferença e os comportamentos humanos.

Se Bento XVI foi um exemplo de distância, Francisco é a proximidade humanista em pessoa.

LisbonWeek no Lumiar
Na sua quarta edição, a iniciativa LisbonWeek, com concertos, espetáculos, teatro e exposições, chega ao Lumiar. É já entre os dias 25 de março e 2 de abril que vamos poder descobrir uma Cidade em cada Bairro do Lumiar.

Uma boa oportunidade para todos revisitarmos o Museu do Traje, o Estádio do Sporting, a Quinta das Conchas, a Tobis, Telheiras, e muito mais.

Elevador da Glória
Marco Martins e Nuno Lopes

O filme de Marco Martins, premiado em Veneza, teve um fim de semana de estreia em grande, com 10 mil espectadores. Um retrato social dos anos da austeridade, com mais uma grande interpretação de Nuno Lopes, que se consagra assim como um dos grandes atores da nova geração. 

Professor Manuel Sérgio
Nos próximos dias 20 e 21, a Assembleia da República e a Fundação Gulbenkian serão palco do Colóquio Internacional Professor Manuel Sérgio, Obra e Pensamento, uma justa homenagem a um grande cidadão, capaz de ensinar como poucos os valores do desporto e da cultura. 

Eusébio, História de uma Lenda
Eusébio faria este ano 75 anos. Para a semana é apresentado o documentário de Filipe Ascensão, ‘Eusébio, História de uma Lenda’, que chega às salas a 23 de março. O retrato de uma vida, acompanhado por depoimentos de Flora, Ronaldo, Rui Costa, Simões, Hilário e muitos outros.
CML Glória Lisboa Quinta SNS Ronaldo Ministério da Saúde PS Assunção Cristas Bento XVI Flora BEI
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)