Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
9
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Francisco José Viegas

Blog

O último número da 'Dabiq', revista do Estado Islâmico, tem uma entrevista com Abu Umar Al-Baljiki.

Francisco José Viegas 17 de Novembro de 2015 às 00:30
Dizem-me que em Molenbeek, um bairro de Bruxelas, há restaurantes com excelente "comida árabe". Um amigo viveu lá durante certo tempo – ainda recentemente, numa visita a Bruxelas, regressou ao bairro, que foi mostrar à namorada.

Ele não conheceu Abdessatar Dahmame nem Rachid Bouraoul el-Ouaer, os assassinos (enviados por Bin Laden) do comandante afegão Ahmad Massoud, resistente antitaliban, nem Mehdi Nemmouche, que atacou o museu judaico de Bruxelas, nem Ahmed Coulibaly, que fez reféns no supermercado de Paris, e amigo de Chérif Kouachi, um dos assassinos do ‘Charlie’. Estavam lá, mas conspirando.

O último número da ‘Dabiq’, revista do Estado Islâmico, tem uma entrevista com Abu Umar Al-Baljiki, organizador dos atentados de Paris, que também comeu num restaurante árabe de Molenbeek. Gente normal.
Ver comentários