Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
7

Henrique Machado

E o casal inglês?

A Justiça não poder ter estados de alma e ignorar a notícia da prática de um crime.

Henrique Machado 23 de Setembro de 2017 às 00:32
Diz-se que a perda de um filho já é, por si só, castigo suficiente para um pai/mãe negligente. E será.

Mas não pode a Justiça ter estados de alma e ignorar a notícia da prática de um crime – exposição ou abandono de uma criança, agravado pela morte.

Cumpriu a lei a PJ da Guarda ao constituir arguida e deter a mãe da criança colhida pelo comboio. Como cumpriu a PJ de Lisboa quando constituiu arguido e deteve, em 2016, um casal chinês por ter deixado sozinha uma criança de 5 anos, que caiu do 21º andar e morreu.

Prestaram caução de 500 mil € e serão julgados na próxima semana. Sei que já lá vão 10 anos, mas há que ter memória, e vergonha, da Justiça subserviente que não teve coragem de acusar, por um crime óbvio, o casal inglês que abandonou três crianças numa casa, tendo uma delas desaparecido e presumivelmente morrido.
Justiça Lisboa PJ Guarda questões sociais morte crime lei e justiça prisão
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)