Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
6
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Joana Amaral Dias

Doutor grilo

Os aliados do PS São assim uma de super ego, os polícias de António Costa.

Joana Amaral Dias 10 de Setembro de 2016 às 00:30
O PCP e o Bloco de Esquerda são, neste momento, a má consciência do governo do PS. Ou, dito de outra maneira, os aliados dos socialistas são assim uma de super ego, os polícias de António Costa. O executivo faz asneira, mete o pé na poça, dá barraca, e lá estão os guardiões do templo.

Criticam o Primeiro-Ministro por causa das suas declarações sobre professores, à conta do seu negociador de confiança no BES e na TAP (Diogo Lacerda Machado), a propósito das respetivas posições europeias, à pala dos bilhetes para o Euro oferecidos ao secretário de Estado pela Galp, no contexto da recapitalização da Caixa e dos salários dos administradores, a reboque do encontro com Temer.

E é quanto basta. Criticam e chega. A coisa continua, não há ruturas ou crises.

A posição dos bloquistas e comunistas deixa sair a pressão da opinião pública, aliviando igualmente a sua consciência. Por outro lado, os eleitores também gostam que esses partidos mantenham a sua identidade de protesto e indignação, enquanto se permite ao Partido Socialista prosseguir o seu realismo pragmático de sempre. Enfim, o segredo da longevidade e estabilidade da geringonça é um grilo falante (e menos atuante). Freud explica.
Ver comentários