Sub-categorias

Notícia

Por João Pereira Coutinho|21.04.17
  • partilhe
  • 27
  • 0
A pátria descobriu que andam por aí alguns pais que preferem não vacinar a prole. Motivos? Essencialmente, dois.

Existem os eruditos que tiraram cursos de Medicina na Universidade Google e, confrontados com o seu próprio atraso cognitivo, questionam se a culpa não foi das vacinas que tomaram na infância. Compreensivelmente, não querem cometer o mesmo erro com os filhos.

Mas depois temos os nostálgicos da ‘natureza’: gente que é incapaz de distinguir um nabo de um repolho mas que acredita na superioridade das ervas e dos astros sobre os químicos e a água canalizada.

Por mim, tudo bem. Mas como a loucura alheia põe em risco a vida alheia, talvez não fosse inútil que o legislador – o mesmo que gosta de perseguir os fumadores – perdesse um minuto ou dois a tentar disciplinar os selvagens.

E digo ‘selvagens’ com todo o respeito: quem não sabe viver em sociedade, pode sempre optar pela selva.
Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)