Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
1
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

João Pereira Coutinho

Podia ser pior

Para quem procura uma ‘bomba suja’ Estocolmo podia ser pior.

João Pereira Coutinho 9 de Abril de 2017 às 00:30
No horror de Estocolmo, repetiram-se explicações: nenhuma cidade europeia está a salvo; é possível que o terrorista tenha agido sozinho depois da radicalização da praxe; e, pormenor importante, a Suécia também tem problemas de sobra com o radicalismo islamita.

Mas existe uma versão optimista: estes ataques, por mais horrendos que sejam, ainda são ‘artesanais’ nos meios e nos mortos. A revista ‘Time’ desta semana dedicou algumas linhas à ambição suprema do Daesh: uma ‘bomba suja’, com apreciável capacidade radioactiva, tal como as forças policiais já interceptaram na Geórgia – a ‘autoestrada nuclear’ entre a Rússia e o Médio Oriente.

O Daesh aconselha o seu rebanho a matar com facas e camiões? Facto. Mas esse ‘sinal de fraqueza’ pode ser um mero expediente para quem procura um prémio maior. Acreditar que a principal ameaça está ‘cá dentro’ é esquecer o mundo negro que continua ‘lá fora.’
João Pereira Coutinho opinião
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)