Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
1
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

João Vaz

Concertar mudanças

A única inovação do Orçamento 2015 é a descida da taxa do IRC, acordada pelo Governo e o PS.

João Vaz 19 de Outubro de 2014 às 00:30

A única inovação do Orçamento 2015 é a descida da taxa do IRC, acordada pelo Governo e o PS. No topo das medidas de alívio da austeridade está o fim dos cortes nas pensões abaixo de 4611 euros. Era uma promessa do PS de Costa que Coelho do PSD aplica já. O Governo liderado pelo PSD anunciou a eventual devolução da sobretaxa no IRS, o que o PS promete cumprir com prazer.

Estes casos mostram como é importante o contributo dos maiores partidos em qualquer melhoria na difícil situação do País. A maioria PSD-CDS no Governo não chega. Em três anos, fez pouco e muitas vezes mal. O PS com maioria absoluta também não deu provas. Basta recordar a decisiva reforma da Segurança Social que fez só, contra o voto dos outros, e ficou destroçada em três anos.

As reformas que o País necessita, repelem donos de soluções falsas. Exigem concertação e explicações. Para que ninguém ganhe as próximas legislativas de forma que constitua derrota para a maioria dos portugueses, PS e PSD devem apostar em reformas exequíveis e eficazes. Pensar até em mudar a Constituição para que os cidadãos fiquem protegidos de assaltos por executivos desgovernados. Caso falhem, ficamos à mercê de vendedores de ilusões.

Governo PS Costa PSD Segurança Social País política partidos e movimentos
Ver comentários