Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
6

Joaquim Tapada

Justo triunfo do grupo de forcados de Turlock

Uma corrida muito animada.

Joaquim Tapada 5 de Agosto de 2016 às 21:11
A corrida da passada quinta feira no Campo Pequeno, tinha o aliciante de ser um Concurso de Pegas, por isso, mesmo atendendo a um período de férias, a praça registou uma boa presença de público. O cartaz era composto por seis cavaleiros e seis grupos de forcados, sendo os toiros da reputada ganadaria Luís Rocha.

O espetáculo abriu com a lide de Luís Rouxinol que esteve ao seu nível e desenvolveu uma lide muito agradável. Seguiu-se a simpática Sónia Matias que não esteve muito feliz com uma ou outra falha. Lidou em terceiro lugar o cavaleiro Gilberto Filipe que esteve em grande plano, deixando alguns ferros de classe.

O 4º toiro da noite coube a Francisco Palha e, uma vez mais, não consegue mostrar o seu valor na primeira praça do país. Toques, falhas e muito nervosismo, fechando a lide com dois bons ferros em sortes de violino. Miguel Moura lidou o 5º. da ordem e esteve em grande plano, através de boas preparações, cravagem no sítio e remates das sortes muito acertados. Fechou a corrida o cavaleiro praticante Parreirita Cigano que actuou em elevado nível e desenvolveu uma lide de categoria. Um jovem com futuro.

Mas as atenções estavam sobretudo na actuação dos grupos de forcados, cujas pegas estavam a concurso. Uma boa pega de André Martins, do grupo do Ribatejo, tal como a de João Fortunato de São Manços. A terceira pega coube a Francisco Borges, do grupo da Chamusca que se fechou bem ao segundo intento. O quarto toiro foi pegado por Jorge Martins, do grupo de Turlock (USA) e o luso-americano executou uma excelente pega, muito técnica, sendo bem auxiliado pelos colegas.

A penúltima pega esteve a cargo de Dinis Pacheco, do grupo de Monforte, que se fechou muito bem. António Machado, dos Académicos de Elvas não esteve com sorte e, depois de algumas perigosas voltaretas, conseguiu fechar-se numa pega carregada à quarta tentativa. O juri, formado pelo Clube Tauromáquico e pelos antigos forcados Simão Comenda e José Manuel Pires da Costa, decidiu atribuir o prémio para a melhor pega a Jorge Martins, do grupo de Turlock que mereceu inteiramente o prémio que foi entregue pela Drª. Paula Matamouros de Resende, administradora do Campo Pequeno. O espectáculo foi dirigido por Pedro Reinhardt, com a sua habitual competência, assessorado pelo veterinário Jorge Moreira da Silva, sendo cornetim o popular José Henriques.

De salientar o bom jogo proporcionado pelo curro de toiros de Eng. Luís Rocha, bem apresentados, com pesos entre 600 e 510 quilos, tendo alguns deles bastante bravura.
Campo Pequeno Concurso de Pegas
Ver comentários