Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
6
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

José Manuel Silva

Herbicida e Vitamina D

Estará o glifosato a contribuir para a deficiência de vitamina D?

José Manuel Silva 19 de Maio de 2016 às 01:45
A deficiência humana de vitamina D atinge proporções epidémicas no mundo (A Samsel et al. Surg Neurol Int. 2015; 6: 45), o que pode estar associado a osteoporose, fraturas e outras doenças (M. Alves et al. Revista Portuguesa de Endocrinologia, Diabetes e Metabolismo, 2013; 8: 32).

Sendo a maior fonte do precursor da vitamina D a exposição solar, suspeita-se que o efeito inibitório do glifosato (herbicida) sobre as enzimas do citocromo P450 possa ser corresponsável por esta deficiência epidémica de vitamina D, ao reduzir a sua ativação no fígado em 25-OH vitamina D.

Apesar de ser um país solarengo, a deficiência de vitamina D em Portugal parece ser elevada (M Santos et al. Ata Médica Portuguesa, 2015; 28: 726). Ora, Portugal também será o país do mundo com níveis mais elevados de glifosato na urina das pessoas. Estará este herbicida a contribuir significativamente para a deficiência de vitamina D nos portugueses?

Estando o glifosato associado a múltiplas doenças, como a doença celíaca do adulto, alterações hormonais e linfoma, exige-se que, em defesa da Saúde Pública, a Direção-Geral da Saúde e o Ministério da Agricultura façam muito mais do que aquilo que, confrangedoramente, não têm feito.
herbicida vitamina D glifosato Direção-Geral da Saúde Saúde Ministério da Agricultura
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)