Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
8
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Leonardo Ralha

Mais ou menos como os gulags

Sempre que ouço falar de 'As Cinquenta Sombras de Grey' lembro-me de Rita Rato.

Leonardo Ralha 28 de Fevereiro de 2015 às 00:30

Sempre que ouço falar de 'As Cinquenta Sombras de Grey' lembro-me de Rita Rato. Sossegue, no entanto, a deputada do PCP: a minha associação de ideias nada tem a ver com a imaginação de E. L. James.

Recordo-me, sim, da épica entrevista em que a então recém-chegada à Assembleia da República disse ao Correio da Manhã que desconhecia a existência de presos políticos na China, pois nunca abordou tal tema no curso de Ciência Política e Relações nternacionais.

E deu resposta de antologia à pergunta sobre os gulags, campos de trabalho forçado soviéticos: "Em concreto, nunca estudei nem li nada sobre isso." Nunca sentiu curiosidade? "Sim, mas sinto necessidade de saber mais sobre tanta outra coisa..."

Tenho seguido idêntica filosofia com o fenómeno 'Grey', do qual sou informado por pessoas de confiança que já foram submetidas ao contágio. Houve tantos outros livros e filmes ao longo destes anos...

Disponho-me, ainda assim, a uma troca: lerei a trilogia e verei este e os vindouros filmes no dia em que Rita Rato arranje umas horitas para 'O Arquipélago de Gulag'.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)