Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
6
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Leonardo Ralha

Semáforo laranja

Há quem encare o semáforo amarelo como convite para calcar o acelerador e seguir em frente, à revelia da luz alaranjada produzida pela passagem de amarelo para vermelho.

Leonardo Ralha 6 de Outubro de 2017 às 00:30
Há quem encare o semáforo amarelo como convite para calcar o acelerador e seguir em frente, à revelia da luz alaranjada produzida pela passagem de amarelo para vermelho. Já no PSD existe um semáforo laranja, junto ao qual se dispõem vários corredores ao lado de um automóvel com chapa batida, pintura riscada e uma nuvem de fumo a sair do motor, observado por um piloto de ombros caídos que viu mais estrada do que era suposto, mas começou por perder a dianteira e agora já nem vislumbrava o líder da corrida no horizonte.

Bem preparado está o fanático dos popós, como lhe chamam os muitos desafetos que o ex-campeão do circuito da Boavista juntou ao longo da vida. Esperou o tempo que fosse necessário para que o automóvel conduzido pelo piloto de ombros caídos ficasse sem caixa de velocidades e tem a equipa técnica preparada para que o afinado motor do seu bólide acelere estrada fora. Aos outros, mais solidários com o piloto alquebrado, resta fazer a rodagem dos carros com que poderiam passar um tranquilo fim de semana a ver as vistas. Mas é provável que tenham as mesmas fracas hipóteses de ultrapassar o atual líder da corrida que o tal fanático.
PSD Boavista desporto desportos motorizados
Ver comentários