Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
2
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Leonardo Ralha

Uma vez na América

O próximo título de melhor do mundo não se joga só em França.

Leonardo Ralha 12 de Junho de 2016 às 00:30
O banco de suplentes ainda está a recuperar dos socos de Luis Suárez quando este percebeu que não sairia do banco no jogo que afastou o Uruguai da Copa América.

Além do fervor patriótico e da impotência por não poder ajudar, é provável que o avançado, cujos golos lhe valeram a Bota de Ouro e facilitaram o triunfo do Barcelona na Liga espanhola, tenha deduzido que a sua primeira Bola de Ouro acabara de se tornar uma miragem.

A dias de tentar levar Portugal a um título histórico, Ronaldo viu um adversário direto falhar.

Mas o argentino Lionel Messi saiu do banco para fazer três golos em meia hora. Como que a dizer que o próximo título de melhor do Mundo não se joga só em França e que um deslize lusitano pode ditar um "era uma vez na América"
Luis Suárez Uruguai Copa América Bota de Ouro Barcelona Liga Portugal
Ver comentários