Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Luciano Amaral

O Diabo

A legislatura é do PS & CA. Bebam o cálice até ao fim; logo se verá se sobrevivem.

Luciano Amaral 25 de Julho de 2016 às 00:57
Já toda a gente reparou na nova agressividade de Pedro Passos Coelho. Um dia, volta ao tema da "legislatura roubada", para insistir que o roubo responsabiliza: se Costa a roubou, agora que fique com ela até ao fim. Noutro, acusa o Governo de andar a "rebentar com os bancos". E até já deixou um conselho apocalíptico aos portugueses: que "gozem bem as férias", porque em Setembro "vem aí o Diabo". Isto é, um cataclismo económico e financeiro. Maria Luís Albuquerque também não tem perdido oportunidades para molhar na sopa: o Governo "não assume responsabilidade por nada", só sabe atirar culpas para o Governo anterior.

Claro que não há aqui Apocalipse nenhum. Coelho e Albuquerque já perceberam que Costa já percebeu que não vai poder contar com os amigos da geringonça para o próximo orçamento. É o que significa a conversa das "sanções" e das "medidas adicionais": a Comissão Europeia vai exigir um orçamento mais austeritário para o ano. Só que BE e PCP não podem ir muito mais longe. E já muito fizeram: aceitaram aumentos de impostos, cativações especiais, restrições à contratação de funcionários públicos, calaram-se perante a atitude de fiel Bobby do Governo no que toca à Europa (Sócrates é que fez o número do radical) e até perante a hipótese do despedimento de milhares de trabalhadores da Caixa. Mais é demais.

O PS vai, portanto, voltar a precisar do velho centrão. Na altura, não prescindirá de invocar o "patriotismo" para namorar o PSD, como tem sido sua especialidade. Contará com o apelo aos "consensos" do presidente Marcelo, o qual talvez até se disponha a oferecer uma medalha a Passos, em conjunto com a equipa de ténis de mesa recém-regressada do Rio de Janeiro. Passos está a marcar o terreno para recusar o papel: a legislatura é do PS & Ca., a culpa pela dureza da Comissão também: bebam o cálice até ao fim; logo se verá se sobrevivem.
Pedro Passos Coelho Costa Maria Luís Albuquerque BE Europa Sócrates
Ver comentários