Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
2
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Luís Campos Ferreira

Encruzilhada

Espero que Marine Le Pen não vença, pelo bem da França e dos portugueses que vivem lá e cá.

Luís Campos Ferreira 20 de Abril de 2017 às 00:30
No próximo domingo, o mundo e particularmente a Europa terão os olhos postos nas eleições francesas. Percebe-se porquê, ou não sejam reais as probabilidades de Marine Le Pen vencer. Penso que não vai vencer, mas depois das vitórias do Brexit e de Trump, não arrisco avançar com previsões.

Mas espero que Le Pen não vença, pelo bem da França, da Europa, do mundo. E pelo nosso próprio bem, pelo bem dos portugueses, dos que vivem lá e dos que vivem cá. A onda do populismo arrasta- -nos a todos, quer queiramos quer não.

O discurso radical do nacionalismo, do isolacionismo, de uma Europa de novo espartilhada e dividida não é bom para a paz, nem para democracia, nem para os povos. Mas mesmo que não vença, Marine Le Pen vai crescer e ficar mais próximo de vencer para a próxima, como cresceram também os movimentos populistas nas últimas eleições na Áustria e na Holanda.

Perigos diferentes, mas idênticos, acenam agora na Turquia, depois do resultado do referendo do domingo passado dar um poder quase absoluto ao presidente Erdogan. A Turquia, que se vinha aproximando da Europa, tende a afastar-se cada vez mais, num sentido que não augura nada de bom, a começar para os próprios turcos.

Acrescente-se a desvairada tensão que aumenta entre os EUA e a Coreia do Norte (com a Rússia e a China ao barulho), mais os efeitos do terrorismo e da falta de uma solução para os refugiados – e temos novamente um mundo em convulsão, numa encruzilhada, sem saber ao certo que rumo tomar e em que equilíbrios se basear.

Com tudo isto a acontecer à nossa volta, cumpre-se para a semana mais um aniversário do 25 de Abril, o 43º. É um dia de festa, com certeza. Mas que seja, sobretudo, um dia para reflectirmos sobre a liberdade e a democracia. E como estes valores – que durante tanto tempo tivemos como um dado adquirido - podem, afinal, ser tão frágeis, se não os defendermos.
Europa Trump Marine Le Pen Rússia Brexit França Holanda Áustria Turquia Erdogan EUA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)