Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
5
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Luís Campos Ferreira

Cavalo de Tróia

O Governo PS é cada vez mais o Cavalo de Tróia do ambicionado governo bloquista.

Luís Campos Ferreira 30 de Junho de 2016 às 00:30
António Costa disse ontem que o seu governo "nasceu para enfrentar e resolver desgraças" (SIC). Costa supera-se, a cada dia que passa, no cinismo político camuflado de ironia. Como se os quatro anos do anterior governo, a braços com uma crise gigante e com um programa de ajustamento duríssimo, tivessem sido um passeio. E pior do que isso: como se não lhe tivesse caído no colo, a ele, Costa, um País a recuperar, com a economia e o emprego a crescer, as contas arrumadas e as feridas a sarar.

Tanto assim foi que PS e governo não hesitaram em vender aos portugueses um amanhã radioso, em que Portugal ia crescer a um ritmo estonteante, e tudo devidamente sustentado pelas famosas "contas" de Mário Centeno.

Essa foi a narrativa original. Mas aos poucos, insidiosamente, com frases como aquela, Costa vai tentando reescrever a narrativa, adaptando-a ao desastre que as suas políticas imprudentes desde o início anunciavam mas que o foguetório populista das reversões ia distraindo.

Agora está cada vez mais difícil de disfarçar o que aí vem. E o governo já anda a propagar o novo guião: nós estamos a fazer tudo certo mas isto vai mesmo falhar porque à nossa volta tudo corre mal. Ele é a procura externa que arrefeceu, com as exportações para Angola e o Brasil a derraparem. Ele é as sanções que nos querem impor e as demais malvadezes de Bruxelas. Ele é o Brexit e as suas consequências para a nossa economia. Ele é o terrorismo... Enfim, o rol de desculpas de Costa são desgraças que nunca mais acabam. Mas a verdadeira desgraça de António Costa está a germinar bem próximo dele e graças a ele. Chama-se Bloco de Esquerda.

Catarina Martins, na convenção do fim-de-semana, deixou bem clara a sua estratégia, tipo " first we take Manhattan, then we take Berlin". O governo socialista é cada vez mais o cavalo de Tróia do ambicionado governo bloquista. Costa ainda anda convencido de que tem tudo debaixo de controlo. Mas as rédeas estão cada vez menos nas suas mãos.
António Costa Mário Centeno Bloco de Esquerda Catarina Martins economia negócios e finanças política
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)