Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
4
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Luís Lourenço

Mais do mesmo

Vamos jogar apenas para ganhar, sacrificando tudo o que se atravessar.

Luís Lourenço 30 de Junho de 2016 às 00:30
Fernando Santos tem sido bem claro. Não está preocupado com a exibição, o objetivo está, inequívoca e exclusivamente, voltado para o resultado. Não podemos, pois, esperar da nossa seleção futebol bonito.

Também por essa Europa fora vamos colecionando críticas e meio mundo está ansioso pela nossa eliminação. Paciência. Com Fernando Santos já esperávamos algo assim. Já aconteceu na Grécia. Portanto, gostando ou não – e eu não gosto –, vamos jogar apenas para ganhar, sacrificando tudo o que se atravessar. É por isso que Quaresma e Renato, os nossos dois melhores jogadores até agora, devam ficar no banco e Cristiano Ronaldo, o melhor jogador do mundo – ou segundo melhor, é indiferente –, vai ser outra vez completamente sacrificado.

Tempo para o setor defensivo brilhar com a previsão da entrada de Ricardo Carvalho e Pepe, que terão tudo para serem os melhores. Eles e a restante defesa incluindo Patrício. E não importa, desta forma, que do outro lado até esteja uma equipa completamente acessível, que só tem dois nomes de muito bom nível, Lewandowski e Krychowiak, mas que chegam e sobram para assustar o nosso treinador.
Fernando Santos Quaresma Renato Sanches Cristiano Ronaldo Ricardo Carvalho Pepe futebol desporto
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)