Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
2
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Luís Pires da Silva

Ano da Misericórdia

A ASAE precisa de ferramentas para proteger os cidadãos.

Luís Pires da Silva 28 de Dezembro de 2015 às 00:30
Neste fim de semana que passou dedicado à família, e em ano do Jubileu da Misericórdia, comentava o Papa Francisco: "Como é importante, para as nossas famílias, caminhar juntos e ter a mesma meta em vista!... O perdão é a essência do amor, que sabe compreender o erro e pôr-lhe remédio."

Esta visão da compreensão humana deve incentivar um estado democrático parlamentar, como o nosso, a criar uma sociedade mais justa, em que se eleva a liberdade e o respeito pelo outro.

Na construção dessa sociedade, cabe à ASAE o papel de proteger todos os cidadãos em áreas como a saúde e a segurança, assegurar a concorrência leal entre as empresas e a defesa das relações que estas têm com os consumidores.

Mas para isso a ASAE precisa de ferramentas. No caso, é urgente alterar a lei orgânica para auxiliar a ação dos inspetores. A esses é necessário dar-lhes esperança, criar condições pelo menos iguais aos restantes organismos, e parar com a sua saída.
papa Francisco ASAE Jubileu da Misericórdia saúde segurança
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)