Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
4
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Manuel Maria Rodrigues

Volto já

Fiquei surpreso ao ler uma pequena notícia no CM de sábado.

Manuel Maria Rodrigues 11 de Outubro de 2016 às 00:30
Fiquei surpreso ao ler uma pequena notícia no CM de sábado. Um homem procurou refúgio na Esquadra de Chelas, na sequência de um confronto físico entre dois grupos que evoluiu para o uso de armas de fogo. A surpresa não foi pela ocorrência, mas pelo facto de serem 22h30 e no interior da Esquadra estar só um agente de serviço.

Quando se fala de Segurança o assunto é sério. Segurança e Justiça são pilares fundamentais de um Estado de Direito, sendo obrigado a concluir que algo está errado. Nos últimos quinze anos, a PSP evoluiu nas várias valências das suas competências e não só.

Possui milhares de efetivos adstritos à Investigação Criminal; evoluiu na Informação; exímia em termos de GOE, CI, Inativação de Explosivos; detentora de um Instituto Superior de Ciências Policiais onde forma oficiais e organiza seminários e conferências sobre as mais evoluídas matérias ligadas à criminalidade complexa, organizada e transnacional… e depois… Deixam um único elemento de serviço numa Esquadra? Na zona J de Chelas? Só pode ser uma partida de Carnaval.

Sorte teve o cidadão que procurou refúgio por o agente de serviço não ter sofrido um episódio fisiológico agudo. Correu sério risco de encontrar a porta fechada com um letreiro – "Volto já".
Manuel Maria Rodrigues opinião
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)