Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
4
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Manuel Maria Rodrigues

É Carnaval

Gozemos durante três dias, porque a seguir somos nós os fantoches.

Manuel Maria Rodrigues 28 de Fevereiro de 2017 às 00:30
Alegrem-se os foliões! A época é de corsos carnavalescos. Reina a alegria, irreverência, ousadias várias e gozo… muito gozo. Poucos reparam numa diferença. O povinho goza com muitos políticos durante três dias, mas o verso da moeda demonstra que muitos políticos recolhem-se durante este período e gozam com o povinho durante os 362 dias restantes. Dúvidas? - Vejamos:

O povinho deve uns cêntimos ao fisco e recebe carta com custos de envio superiores à dívida, ameaçando-o de penhora, enquanto as elites devem milhões e recebem perdões fiscais. Desaparecem 50 armas de guerra do principal depósito policial e suspendem-se dois funcionários, sem consequências para chefias, dirigentes ou responsáveis políticos.

Fogem 3 presos perigosos de uma cadeia de alta segurança exigindo alerta internacional imediato (ocorre 30 horas depois) e os responsáveis clarificam que fugas de prisões são normais e foram seguidos os procedimentos protocolados.

Em plena crise esfumam-se dez mil milhões de euros em offshores e um ex-responsável assume "responsabilidade política", que significa em linguagem corrente…treta.

Um qualquer Conselho de Administração o achará imprescindível. Gozemos os três dias de Carnaval, porque a seguir somos nós os fantoches.
Conselho de Administração Carnaval questões sociais política
Ver comentários