Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
1
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Mário Nogueira

Prova dos novos - I

Chega o tempo que passa mais pelos atos que pelas palavras.

Mário Nogueira 6 de Setembro de 2016 às 01:45
Abertura do ano letivo 2016/17 e elaboração do Orçamento para a Educação a integrar no OE para 2017, são os dois grandes desafios colocados à nova equipa do Ministério da Educação, sendo, pela primeira vez, duas tarefas da sua inteira responsabilidade.

Até agora, dos novos responsáveis esperavam-se declarações que clarificassem o posicionamento relativamente à importância que dão à Educação e à valorização que fazem da Escola Pública; esperavam-se sinais que restituíssem confiança e confirmassem estarmos mesmo num tempo novo; aguardava-se uma postura firme perante aqueles que, desafiando as leis, têm usado a Educação como área de chorudo negócio.

Nestas três frentes, a nova equipa ministerial deu resposta globalmente positiva, o que, aliás, provocou forte azedume numa direita que ainda não se libertou da escola do passado.

Chega, agora, o tempo de passar ao estádio seguinte, que passa mais pelos atos do que pelas palavras; que impõe o investimento necessário para inverter o ciclo de desvalorização e perda de qualidade da escola; que exige do ME um trabalho prévio à abertura do ano letivo para que este seja um momento e não um tormento. Em outubro voltaremos ao tema.
Educação Ministério da Educação Escola Pública educação política ensino Orçamento
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)