Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
4
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Mário Pereira

Lopetegui dá o título ao Benfica

O mínimo que os adeptos portistas pediam à super equipa de Lopetegui era que fizesse a sua parte. Não fez.

Mário Pereira 19 de Maio de 2015 às 00:30
A imagem de Julen Lopetegui de joelhos no chão e mãos a tapar o rosto marca a jornada do fim de semana e fica para a história deste campeonato. É um momento forte, tal como foi aquele outro, há dois anos, quando Jorge Jesus, no relvado do Dragão, também se prostrou, vergado pela derrota do Benfica num jogo em que não podia perder. Domingo ao final do dia, no Restelo, o treinador do FC Porto também não podia perder.

Perante as notícias que iam chegando de Guimarães, onde o rival da Luz não mostrava capacidade própria para arrumar de vez as contas do título, o mínimo que os adeptos portistas pediam à sua equipa, formada nesta época com um fabuloso investimento, era que fizesse a sua parte. Não fez. E assim acabou por ser o FC Porto a entregar, em cima de uma almofada de veludo, a chave que permitiu ao Benfica fazer a festa do bicampeonato.

Contas do título arrumadas, acessos à Champions também, Sp. Braga e V. Guimarães ainda lutam pelo 4º lugar, que pode determinar em que fase da Liga Europa cada um deles vai entrar. Mais abaixo ainda sobra uma vaga no comboio europeu, sendo que o P. Ferreira está com um pé no estribo. Ainda neste domingo, o Gil Vicente juntou-se ao Penafiel na descida à II Liga.
Ver comentários