Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
5
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Mário Pereira

Um muro de Berlim está por derrubar

Árbitros perdem credibilidade com as sucessivas ameaças de greve.

Mário Pereira 2 de Dezembro de 2017 às 00:30
Salvo raras e neste caso desonrosas exceções, para aí 95 por cento (para não pecarmos por excesso...) do insuportável ruído que por estes dias polui o futebol português é produzido a partir do universo próprio de três pontos bem localizados no mapa. Dois ficam junto à Segunda Circular, em Lisboa, o outro à vista da Via de Cintura Interna, no Porto.

O resto, portanto, é uma pequena franja. Decidiram os 15 clubes da Liga que fazem parte desta minoria reunir-se por estes dias e lançar um grito de alerta, feito pela voz autorizada de António Salvador, presidente do Sp. Braga. "É impossível continuar assim.

Os três grandes do futebol português têm de perceber que sem os restantes 15 clubes não há campeonato. Há que acabar com os insultos e com esta pouca vergonha." E atirou até uma ideia, que lança a arbitragem para esta pira: "Se os árbitros falam de paragem, então que tenham coragem de parar nos jogos com os três grandes. São eles que têm feito este ambiente." Concordo em absoluto.

Já por várias vezes os árbitros acenaram com ameaças de greves que acabam por não se cumprir. Era por isso tempo, de uma vez por todas, de mostrarem que estão a falar a sério. Sob risco de ficaram descredibilizados. Ou então que se calem. Sentem-se injustiçados mas têm medo de mexer com poderes instituídos? Se é isso, então ainda pior.

Os muros de Berlim fizeram para separar e desunir. Mas para quem vê o mundo com outros olhos, fizeram-se também para ser derrubados. É tempo de dar a primeira marretada.

Portimonense sem perder há dois meses
Desde que ‘apanhou’ uns valentes 5-2 no Dragão, frente ao FC Porto, o Portimonense não voltou a perder na Liga. E quando foi isso? No dia 22 de setembro, ou seja, há mais de dois meses. Vítor Oliveira leva a água ao seu moinho, mesmo com parcos recursos.

Abel a deixar marca
Abel Ferreira está a realizar um excelente trabalho no Sp. Braga. O começo foi tremido, mas tem atenuantes, pois a equipa perdera algumas pedras nucleares. Nas últimas oito jornadas da Liga apenas cedeu um empate. Com o Sporting, em Alvalade. Assim se lança um treinador na ribalta.

Há mais Vitórias...
Um duelo entre os dois Vitórias mais tradicionais do futebol português é sempre digno de nota. Sem jogos dos ‘grandes’ neste domingo, olhos postos num duelo com tradições. A seguir com atenção.
Mário Pereira Opinião
Ver comentários