Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
8
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Miguel Alexandre Ganhão

Cavalo de milhões salta sobre dívidas

Filha do líder da Ongoing adquiriu um cavalo brasileiro ao milionário dos restaurantes de luxo.

Miguel Alexandre Ganhão(miguelganhao@cmjornal.pt) 17 de Julho de 2017 às 00:30
Com o fim do Grupo Ongoing, o seu líder, Nuno Vasconcellos, não teve outro remédio senão demandar terras brasileiras para evitar penhoras, execuções fiscais e outro tipo de incómodos com credores. O Novo Banco já pediu a falência da empresa e agora é o Ministério Público que investiga a participação de Vasconcellos na Operação Marquês, que tem Sócrates como principal arguido.

Mas os rendimentos não devem faltar à família Vasconcellos. Isto porque no início do ano, Diana Vasconcellos, a filha mais velha do empresário, comprou o cavalo de saltos Cabernet do Itinga. O valor do negócio não é conhecido, mas conhecidos são os seus intervenientes. Do lado do comprador está a portuguesa Diana Vasconcellos. Do lado do vendedor está o milionário brasileiro Fabrizio Fasano Júnior, líder do império de hotéis e restaurantes de luxo da família Fasano, que inclui o Fasano em São Paulo, um dos melhores restaurantes do Brasil, muito frequentado pelo próprio por Nuno Vasconcellos.

A filha do empresário compete agora com o seu novo (e valioso) cavalo nas provas de saltos de obstáculos um pouco por todo o mundo. Ainda recentemente esteve em competição em Vilamoura, no Algarve, ficando na 37ª posição. Também no passado mês de junho, a amazona não teve sorte no hipódromo do Campo Grande ao ser eliminada no Campeonato de Portugal de Amadores. Uma dupla para ser acompanhada atentamente por espectadores e credores.

Contestam em reuniões resultados da eleição para grão-mestre do gol
Este fim de semana realizaram-se vários encontros de apoiantes do candidato derrotado à liderança do Grande Oriente Lusitano (GOL), Adelino Maltez, para analisarem os resultados que reconduziram Fernando Lima no cargo de Grão-Mestre. Da reflexão realizada deu-se conta que algumas lojas que votaram em Lima  não reúnem há bastante tempo. Falamos mais concretamente das lojas das ilhas da Madeira, Açores e Cabo Verde. Os irmãos contestatários chamam ainda a atenção para a isenção de capitações dadas a quem tem cartões de crédito dourados.

Puro Veneno
Helena Borges farta do PS - A diretora-geral da Autoridade Tributária (AT) está farta do Partido Socialista (PS). Não há semana em que o partido não ponha no Tribunal Tributário ações administrativas contra si. No dia 11 entraram mais duas no valor de 10 400 €.

O amor e duas nações - Agora que Pinto da Costa foi ilibado do processo Apito Final está explicado o casamento com Fernanda Miranda. Dizem as más línguas que o objetivo era ter a dupla nacionalidade.

Chefe de gabinete candidato - O chefe de gabinete do ministro das Finanças, André Caldas recandidata-se à presidência da junta de freguesia de Alvalade. O advogado/dentista pode ganhar a junta...mas a questão é se se quer sentar na cadeira da freguesia.

Independente do CDS ajuda PS - Isabel Magalhães, independente do CDS que ajudou muito José Luís Judas em Cascais, dá agora o seu apoio à candidatura de Gabriela Canavilhas (PS) à mesma autarquia. Isto é que é sobrevivência política.

Dono da TAP às turras com o fisco - Humberto Pedrosa, dono da Barraqueiro e da TAP com David Neeleman, anda de candeias às avessas com o Fisco. Em causa está uma execução de julgados no valor de 698 mil euros, que o empresário português contesta no Tribunal Tributário de Lisboa.

Miguel Alexandre Ganhão opinião
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)