Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
6
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Miguel Alexandre Ganhão

Comunistas são os mais produtivos

José Manuel Fernandes, eurodeputado do PSD, apresentou 12 relatórios, enquanto Paulo Rangel e Elisa Ferreira não fizeram nenhum.

Miguel Alexandre Ganhão(miguelganhao@cmjornal.pt) 24 de Setembro de 2015 às 00:30
As instituições europeias não deixam nada ao acaso. A produtividade dos eurodeputados é medida e analisada todos os anos. A classificação dos mais e menos produtivos é revelada através do MEP Ranking. EU. O último relatório já foi revelado e mostra que, em relação a Portugal, os eurodeputados mais ativos e produtivos são os comunistas, os mais relaxados são os socialistas. Tudo é medido; as questões colocadas, as moções apresentadas, os relatórios produzidos, os discursos realizados.

O eurodeputado que mais trabalha é, segundo o MEP Ranking, Miguel Viegas com 380 pontos. Comunista, do grupo europeu da "Esquerda Unida", colocou 297 questões (contra uma do social-democrata Paulo Rangel), 11 moções, cinco relatórios e fez 429 discursos. Foi o segundo elemento mais ativo do seu grupo parlamentar e o quarto deputado que mais discursos fez no Parlamento Europeu.

No segundo e terceiro lugar dos mais produtivos continuam deputados comunistas; Inês Cristina Zuber e João Ferreira. Cristina esteve presente em 83% das sessões plenárias, colocou 103 perguntas e apresentou 14 moções. João Ferreira fez 352 discursos, uma declaração e produziu oito relatórios.

Entre os parlamentares menos ativos estão três socialistas. Carlos Zorrinho que, apesar de ter estado presente em todas as sessões plenárias, só pontua 173 segundo o critério do MEP. Só apresentou um relatório e fez 53 discursos (contra 429 de Miguel Viegas). Maria João Rodrigues, tem 151 de pontuação, fez um relatório, 27 discursos e nenhuma declaração. Já Elisa Ferreira fez zero declarações, apresentou zero relatórios, colocou sete questões, apresentou duas moções e fez 19 discursos.


Salgado foi o grande ausente no casamento do filho de Granadeiro
Henrique Granadeiro reuniu muitas figuras públicas no casamento do seu filho Henrique, que ocorreu no início de agosto no Monte dos Perdigões em Reguengos de Monsaraz. Mas duas ausências foram muito notadas, ambas pelo mesmo motivo: estão presos. Falamos de José Sócrates, que esteve presente na inauguração da adega do ex-presidente da PT em 2006 e Ricardo Salgado, um amigo e protetor de Granadeiro há largos anos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)