Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
5
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Miguel Martins

Sim, podemos

Contam-se às dezenas e dezenas os contactos de leitores para o CM ontem, na sequência da reportagem sobre as condições da casa onde vivem Rui Silva, de 6 anos, e o pai – ambos com cancro.

Miguel Martins 17 de Dezembro de 2014 às 00:30

Desde telefonemas para a delegação do Porto, para a Redação em Lisboa, até mails e mensagens privadas no Facebook do jornal, a inquietação das pessoas gerou solidariedade.

O CM continuará a seguir esta história, até que as paredes da casa sejam pintadas com tinta especial e que a pequena moradia ganhe um isolamento que permita à família não viver num ambiente tipo gruta, sobretudo quando há uma criança doente debaixo deste gravíssimo cenário.

Acreditamos que essa solidariedade surgirá na prática. E porquê? Porque o CM tem uma história de altruísmo, onde só há espaço para um tipo de jornalismo: de pessoas para pessoas.

Sim, podemos fazê-lo.

E continuaremos a fazê-lo, porque este país ainda é feito de gente solidária, como os nossos leitores provam.

Como ajudar

A família criou uma página no Facebook para dar a conhecer a história de Rui e onde se pode fazer
uma contribuição. O NIB para ajudar esta família é: 0010 0000 5145 9460 001 33


Ligue também 760 202 101 para ajudar - uma iniciativa do Correio da Manhã/CMTV. Custo de cada chamada 0,60€ + IVA. A receita líquida das chamadas reverte totalmente para a família da criança.


Clique para ver o Especial sobre o pequeno Rui.

Rui Silva Porto Lisboa Facebook solidariedade ajuda cancro
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)