Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
7
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Octávio Ribeiro

Passos mantém PSD refém

Há dois grandes derrotados nestas autárquicas, o PSD e a CDU.

Octávio Ribeiro(octavioribeiro@cmjornal.pt) 2 de Outubro de 2017 às 01:51
Há dois grandes derrotados nestas autárquicas, o PSD e a CDU. Passos Coelho escolheu muito mal os candidatos a Lisboa e Porto, figuras cinzentas, sem ponta de carisma.

Acima deste desastre nas escolhas, o mais grave: os portugueses não esquecem os anos de austeridade, que o líder do PSD corporizou, e este não esquece os seus saudosos tempos de primeiro-ministro.

Passos pensa que deve voltar ao cargo, num exercício de negação dos factos presentes que só a psicologia poderá explicar.

Os próximos dias serão decisivos para os futuros anos do PSD. Com Passos como líder da oposição, basta a Costa uma boa conjuntura internacional para ver a maioria absoluta cair-lhe no colo em 2019.

Quem tudo fará para que Costa não tenha essa maioria será Jerónimo de Sousa, o outro grande derrotado destas autárquicas.

Os próximos meses serão muito interessantes, com Costa numa natural estratégia de aproximação ao centro; e os partidos à sua esquerda numa corrida às propostas mais irreais e despesistas.

Nesta fase de leilão das esquerdas, à direita, uma figura está a afirmar-se no espaço nacional.

Assunção Cristas bateu o PSD em Lisboa e tem condições para expandir este crescimento no País.

Assim o PSD continue refém do passado onde se mantém aprisionado Passos Coelho.
Octávio Ribeiro opinião
Ver comentários