Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
8
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Paulo Andrade

Campeões de Portugal: imperioso respeitar a história

Oitenta anos depois há quem nos queira fazer crer que este título nacional não existiu.

Paulo Andrade 26 de Novembro de 2016 às 00:30
Existiram apenas duas provas que, quando disputadas, definiam o Campeão Nacional: o Campeonato de Portugal entre 1921/22 e 1937/38 e a partir de 1938/39 o Campeonato Nacional da I Divisão. A primeira por eliminatórias, a segunda jogando todos contra todos.

O apuramento para estas competições principais era feito por via das competições regionais e entre 1934/35 e 1937/38 pelo Campeonato da Liga. Fundamental: ainda que realizadas em moldes diferentes eram as provas que, ano após ano, os adeptos, a FPF e a comunicação social assumiram como as que determinavam o Campeão Nacional.

Nunca nesses anos a FPF decidiu que o Campeonato de Portugal deixava de ser a principal prova nacional nomeadamente a favor de uma prova que se estava a disputar a título experimental, o Campeonato da Liga. Os jornais da época são claros.

Exemplo é o título de ‘Os Sports’: "A despedida de 1935-36 - O Sporting  ganhou o Campeonato Nacional pela terceira vez." Oitenta anos depois há quem nos queira fazer crer que este título nacional não existiu!!!
Ver comentários