Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
4
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Paulo Andrade

Olimpismo

Exige-se bom senso a quem tem responsabilidades.

Paulo Andrade 23 de Julho de 2016 às 00:30
O Olimpismo nas últimas décadas enveredou por se comprometer com uma fortíssima componente comercial. Criou-se a nível mundial uma estrutura profissional com custos elevadíssimos, naturalmente longe do preconizado por Pierre de Coubertin em 1894.

Convém recordar que os Jogos se realizam apenas durante pouco mais de 2 semanas, de 4 em 4 anos. Quem assegura a promoção, a prática e os eventos desportivos nos 4 anos que medeiam os Jogos são as modalidades e não o COI. Quem assegura diariamente os ideais do 'atual Olimpismo' são as modalidades.

Quem tem de suportar os custos que as competições hoje exigem são os clubes. Parece-me surreal que não se considere admissível que as modalidades imponham limitações à utilização dos profissionais nos Jogos. Exige-se bom senso a quem tem responsabilidades.
Pierre de Coubertin Jogos desporto organizações desportivas Paulo Andrade
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)