Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
4
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Paulo Fonte

Já vivemos esta história

A História repete-se sempre, pelo menos duas vezes, disse Hegel.

Paulo Fonte(paulofonte@cmjornal.pt) 10 de Dezembro de 2015 às 00:30
A História repete-se sempre, pelo menos duas vezes, disse Hegel. Karl Marx acrescentou: a primeira vez como tragédia, a segunda como farsa.

Passos Coelho falava em cofres vazios quando chegou ao governo, a UTAO aponta que a coligação gastou só em novembro 278,3 milhões de euros da chamada ‘almofada financeira’, assim a modos de quem vier a seguir feche a porta. Esclarecedor.

"Vejo os nossos adversários a falar do Estado Social. Mas quem deixa o país na bancarrota é quem trata do Estado Social? Como é que um país com os cofres vazios pode pagar a educação, a saúde ou a segurança social?", questionava o antigo primeiro-ministro após chegar ao poder.

A Unidade Técnica de Apoio Orçamental divulgou agora mais números. Reveladores. A coligação PàF foi à ‘almofada’ e gastou em novembro 278,3 milhões de euros. Entre janeiro e outubro investiu, digamos assim, 351,5 milhões.

Em onze meses, o governo PSD-PP consumiu 629,8 milhões de euros, 67% do total da famosa ‘almofada’ que deu origem ao mito dos cofres cheios. Só mais uma nota: 30% foram gastos no último mês de liderança do país.
História Karl Marx Hegel Passos Coelho Estado Social Unidade Técnica de Apoio Orçamental PSD/CDS
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)