Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
3
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Pedro Santana Lopes

Uma grande lição

Em todo o processo ele [Fernando Santos] deu ao país o grande Exemplo de acreditar.

Pedro Santana Lopes 15 de Julho de 2016 às 01:37
E de repente, Fernando Santos saltou para a galeria dos maiores e melhores treinadores portugueses.

Saltou para o patamar onde antes estavam apenas José Mourinho, depois André Villas- -Boas e Paulo Sousa, e logo a seguir, no plano nacional, Jorge Jesus. Noutro plano ainda, o do futebol júnior, cabe referir Carlos Queirós, com os dois títulos alcançados há mais de vinte anos. Mas na minha opinião, é essa que aqui importa neste artigo, Fernando Santos saltou para o pódio onde têm direito a estar José Mourinho e Jorge Jesus.

Estes dois treinadores são os mais destacados treinadores portugueses da atualidade e ficarão com o seu nome para sempre gravado na história dos treinadores portugueses. Naturalmente que o FC Porto reivindica sempre o devido respeito pela posição de José Maria Pedroto nessa galeria e importa fazer esse sublinhado. De Fernando Santos, pelo seu percurso anterior, poucos esperariam que atingisse esse patamar. Já não é um jovem, tem pontos de sucesso na sua carreira, em particular enquanto célebre "engenheiro do penta" e com o percurso da seleção nacional da Grécia, mas ser campeão da Europa por Portugal, mais ninguém conseguiu. E mesmo que alguém volte a conseguir ou que venha a ser treinador campeão do Mundo, isso não tirará o lugar que Fernando Santos agora conquistou.

Em todo este processo ele deu ao País, entre outros, o grande exemplo de acreditar. E acreditar perante dificuldades e obstáculos não é assim tão fácil quanto parece. Ele ousou na tática, ele imaginou no percurso, no resultado final, ele inovou nas equipas que foi apresentando jogo a jogo. Ele não foi dogmático, não foi teimoso. Foi humilde, soube ouvir, soube alterar e soube surpreender, como aconteceu com a substituição na Final, em que pôs Éder em campo quando ninguém o esperava.

Ou seja, tendo, como referi, sabido ouvir, decidiu sempre pela sua cabeça. Para além disso, deu sempre testemunho da importância da virtude da gratidão, como quando agradeceu ao povo da Grécia todo o apoio que sempre lhe deu ou quando referiu várias vezes o nome dos jogadores que estiveram na fase de qualificação, mas que, por razões várias, nomeadamente por lesão, como Danny ou Tiago, não puderam ir à fase final. E, acima de tudo, como mandam os ensinamentos da religião que professa, soube sempre dar testemunho da sua Fé. Agradeceu sempre a Deus e à sua Mãe, Nossa Senhora. Foi uma autêntica lição de educação, de fino trato, de respeito pelo próximo, de espírito de grupo, de capacidade de liderança. Nunca conheci bem Fernando Santos, mas de longe nunca tive grande simpatia. Hoje em dia, sou fã, também do treinador, mas acima de tudo do ser humano que é selecionador nacional de Portugal.

Mimo festival em Amarante
A bonita cidade de Amarante recebe este fim de semana o Mimo Festival, na primeira vez que esta iniciativa se realiza fora do Brasil. Desde a sua primeira edição, há já 13 anos, que o Mimo Festival é uma referência no panorama cultural brasileiro, tendo sempre como cenário diversas cidades históricas do Brasil, como Olinda, Paraty, Ouro Preto, Tiradentes ou Rio de Janeiro. Agora, Amarante vai receber artistas incontornáveis de diferentes estilos musicais, tais como Pat Metheny & Ron Carter, Egberto Gismonti ou Mário Laginha & Pedro Burmester.

Num outro registo musical, já está a decorrer o Festival Marés Vivas, na praia do Cabedelo, em Vila Nova de Gaia, onde marcam presença artistas como Elton John, James Bay, D.A.M.A, Kodaline, entre outros.

"Sou gente" 
Jéssica Augusto encostou o Presidente da República à parede ao dizer que também "sou gente", sublinhando que os vencedores do atletismo contribuíram para um novo ciclo. Agora, qualquer que seja a medalha, passa tudo a Comendador. Espera-se é que já não seja com aquela cena de um ajudante de campo a dar um papel ao Presidente para entregar a cada jogador e depois o mesmo ajudante recolher o papel. É preciso mais elevação nas condecorações. Não é que estivessem muito prestigiadas, mas o Presidente pode contribuir.
Fernando Santos José Mourinho André Villas Paulo Sousa Jorge Jesus Carlos Queirós José Maria Pedroto
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)