Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
3
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Raul Vaz

Zé Manel

Barroso tenta não responder ao tiroteio de que está a ser alvo.

Raul Vaz 15 de Julho de 2016 às 00:45
O antigo Presidente da República Jorge Sampaio é um homem despachado – já se prontificou a ir ao Parlamento falar do papel de Portugal na invasão do Iraque.

José Manuel Durão Barroso, cabeça de cartaz no triste filme das Lajes, e Paulo Portas, o então ministro da Defesa, ainda não responderam. Portas mandou dizer que está de férias. E Barroso tenta não responder ao tiroteio de que está a ser alvo por ter marchado da Comissão Europeia para o Goldman Sachs. Ficar calado será feio, Zé Manel.

Não se pode querer ser herói quando a coisa corre bem e não dar a cara quando corre mal. E a invasão do Iraque correu tão mal, que as réplicas do terramoto estão aí. Claro que se for ao Parlamento, ele sabe que vão chateá-lo é com o Goldman. Mas tem que ser, Zé Manel.
Presidente da República Jorge Sampaio Parlamento Portugal José Manuel Durão Barroso Lajes Paulo Portas
Ver comentários