Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Ricardo Rio

Votar aos 16

A redução da idade de voto para os 16 anos merece defesa.

Ricardo Rio 4 de Março de 2016 às 01:45
No Brasil, Argentina, Nicarágua e Equador é hoje legalmente possível que jovens com 16 anos de idade exerçam o seu direito de voto.

No Velho Continente, embora pesem as várias resoluções favoráveis já aprovadas no Parlamento Europeu e no Conselho da Europa, apenas a Áustria conferiu esse direito.

Em Portugal, a questão surgiu também ocasionalmente no discurso de uma ou outra força partidária e de diferentes estruturas de juventude, mas sempre de forma inconsequente.

Não sendo uma questão crucial para a sociedade nem tão fraturante como outros temas que vêm mobilizando o debate público, a redução da idade de voto para os 16 anos merece defesa e tem justificação.

Merece, porque pode ser um importante instrumento para motivar os mais jovens para uma participação cívica mais ativa, em tempos em que rareiam as bases de um exercício pleno da cidadania.

Justifica-se, porque os jovens de 16 anos estão hoje plenamente formados e informados, são conscientes, responsáveis e têm a capacidade de discernir que se deve exigir a quem contribui para a decisão do nosso destino coletivo. Por estes motivos, Braga – Capital Ibero-Americana da Juventude 2016 - lança uma petição pública em http://votaraos16.cm-braga.pt pelo voto aos 16 anos. Se apoia, assine!
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)