Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
4
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Ricardo Tavares

Embaixador Rui Gomes da... Ética

‘Vice’ do Benfica é embaixador do Plano Nacional de Ética no Desporto, que custa dinheiro a todos nós.

Ricardo Tavares 12 de Dezembro de 2015 às 00:30
Os benfiquistas devem sentir-se incomodados por tanto se falar do seu vice-presidente Rui Gomes da Silva. E por todas as razões, qual delas a pior – a última é a do penálti de Tonel.

Os benfiquistas devem estar cansados de ouvir falar na possibilidade de Rui Gomes da Silva se candidatar a presidente do Benfica. Mas, fazendo fé no bom senso dos sócios do clube da Luz e no que pensava dele o hoje colega de direção José Eduardo Moniz, acredito, será mais fácil o comentador da SIC, perdão, o vice-presidente de Luís Filipe Vieira vir a dirigir o Centro Nacional de Arqueologia Náutica e Subaquática do que subir na hierarquia encarnada.

Os benfiquistas nem precisam de ouvir o conselho do sapiente pedagogo que trabalhou com Jesus no clube, o Provedor do Plano Nacional de Ética no Desporto, Manuel Sérgio. Basta-lhes ler e ouvir os exemplos de "promoção e vivência dos valores éticos no Desporto" dados pelo antigo ministro.

Os benfiquistas precisam de saber, sim, que o seu dirigente é embaixador da Ética. E que os portugueses pagam esse Plano, preparado por Alexandre Mestre e lançado por Miguel Relvas.
Ver comentários