Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
4
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Rui Hortelão

A novela do porno-pastel

Continuamos exímios na hipocrisia e no bota-abaixo.

Rui Hortelão 29 de Junho de 2015 às 00:30
Episódio 1 – Alguém se irritou com os toldos da nova Casa Portuguesa do Pastel de Bacalhau. Como alguns infringiam regras camarárias tiveram de ser retirados.

Episódio 2 – Maria de Lurdes Modesto ataca os pastéis de bacalhau com queijo da serra: "Duas das mais queridas e conseguidas especificidades da nossa gastronomia, numa pornográfica e ridícula figura! (...) Aquela obscena imagem, parece-me obra do diabo, quiçá, do Estado Islâmico."

Episódio 3 – Por cá, quando alguém reage com esta classe, logo é seguido por cronistas, comentadores e outros pseudomoralistas da causa nacional. Aliás, é preciso acreditar muito poucochinho na identidade de Portugal para temer que um pastel a põe em causa. Além disso, andamos há anos a comer pastéis de bacalhau que, afinal, são de batata com sabor a bacalhau. E os atentados das receitas gourmet dos nossos chefs, do fado ritmado a violoncelo e da seleção nacional a equipar de branco? Continuamos exímios na hipocrisia e no bota-abaixo. Pouco me importam os outros pastéis de bacalhau, desde que a minha tia Cristina continue a fazer os dela.
Casa Portuguesa do Pastel de Bacalhau Maria de Lurdes Modesto Estado Islâmico Portugal
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)