Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
2
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Rui Pereira

Feliz Natal!

A liberdade e a igualdade não apagam a história nem excluem tradições.

Rui Pereira 23 de Dezembro de 2017 às 00:30
Posso desejar Feliz Natal aos leitores? A minha pergunta parece bizarra, mas há quem considere discriminatória a expressão "Feliz Natal", designadamente nos Estados Unidos da América, e proponha a sua substituição por "Boas Festas". Receia-se que a expressão, que significa nascimento (em inglês, "missa de Cristo"), ofenda quem não acreditar na divindade de Jesus.

Estas manifestações de "patoá politicamente correto" (não confundir com a justa luta contra políticas discriminatórias) têm sempre o seu calcanhar de Aquiles. Assim, a substituição da referência a "Direitos do Homem" por "Direitos Humanos", decretada pela nossa Assembleia da República, não olvida que humano significa do homem? É preciso rever a Declaração de 1789?

Mutatis mutandis, ou seja, guardadas as devidas proporções, podemos dizer algo de parecido acerca da expressão "Boas Festas". Afinal, de que boas festas se trata? É proibido dizer que se celebra o nascimento de Jesus Cristo, independentemente de julgarmos que é Deus encarnado ou o Homem que nos deixou um legado perene de igualdade, tolerância e amor pelo próximo?

Todavia, há uma dimensão preocupante nestas querelas. Em 1984, o Supremo Tribunal dos EUA só não considerou inconstitucional uma exposição pública natalícia, a pretexto de que violaria a laicidade do Estado, por o presépio surgir associado a outros símbolos, incluindo renas providenciais. Ainda assim, o acórdão foi tirado a ferros por uma maioria de cinco a quatro.

A verdade é que a liberdade e a igualdade não apagam a história nem excluem tradições, a não ser que elas ponham em causa a dignidade humana, como sucede nos femicídios de honra, nas mutilações genitais ou nos casamentos de crianças. Por isso, desejo Feliz Natal a todos os leitores, a começar pelos que mais sofrem, devido a doenças, injustiças ou cumprimento de penas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)