Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Teófilo Santiago

'Narcos'

Série televisiva revela muito mais do que a vida de Escobar.

Teófilo Santiago 25 de Setembro de 2015 às 00:30
A anunciada série televisiva ‘Narcos’ é muito mais do que a vida e carreira criminosa do narcotraficante colombiano Pablo Escobar, líder do Cartel de Medellín, morto num tiroteio com a polícia em 1993.

Tendo como referência esse criminoso temido por todos, odiado pelas autoridades norte-americanas e adulado pelos colombianos pobres que, na sua desgraça, viam nele o novo Robin Hood, a série transporta-nos, com bastantes imagens reais, às profundezas do inferno violento do narcotráfico internacional e como ele se entrelaça com negócios, finança, política e terrorismo. Com todos os poderes associados ao dinheiro.

A série mostra-nos, com verdade histórica assinalável, como, em cima do sangue derramado pelo povo colombiano, principal vítima da guerra entre os cartéis e as autoridades locais, conduzidas  pelos  "consultores americanos" da DEA e CIA, se criaram novas relações de poder entre estados, com a aceitação pelos mais pobres da quebra das suas soberanias, evidenciada na polémica lei dos "extraditáveis", prenúncio de outras que reescreveram o direito internacional. A ver com... olhos de ver!
Narcos Pablo Escobar Cartel de Medellín DEA CIA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)